4 de outubro de 2015

Pesquisas de Opinião

Pesquisa-de-OpiniaoPesquisa Quantitativa e Pesquisa Qualitativa: Entenda a diferença

É muito comum que ainda se confunda sobre os objetivos das pesquisas qualitativa e quantitativa.

São dois tipos distintos de pesquisas que, muitas vezes, se complementam. A diferença está na abordagem de cada um dos métodos, no objetivo, na amostra e em alguns outros aspectos.

Entenda estes dois tipos de pesquisa e escolha a melhor solução para o seu caso!

Pesquisa Qualitativa

A pesquisa qualitativa está mais relacionada em levantar dados sobre as motivações e expectativas de um grupo em compreender e interpretar determinados comportamentos, opiniões e as expectativas dos indivíduos de uma população. É exploratória e pode indicar nuances imprevisíveis sobre uma determinada abordagem para uma questão-problema.

Os recursos mais usados na pesquisa qualitativa são as entrevistas semiestruturadas em profundidade, observação em campo (observar o comportamento do consumidor, por exemplo), entrevistas por telefone, etc. A pesquisa qualitativa é ótima para analisar em profundidade dados já quantificados e já estabelecidos. Neste tipo de pesquisa, a interpretação especializada é outra característica fundamental. Para cada caso analistas com experiência no campo de abordagem são utilizados para a análise do levantamento realizado e apresentação de diagnóstico em relatório.

A pesquisa qualitativa é indicada quando existe a necessidade, por exemplo, de entender a percepção do público alvo quanto a um novo produto, compreender a escolha de voto dos eleitores, analisar o modo de trabalho da concorrência, indicar as melhores ações para uma campanha de marketing, etc.

Pesquisa Quantitativa

Já a pesquisa quantitativa, é a mais comum no mercado, e prioriza apontar a frequência e a intensidade dos comportamentos dos indivíduos de um determinado grupo, ou população. Estas medidas são precisas e podem ser úteis para decisões mais acertadas. Os meios de coleta de dados são estruturados, e entre eles estão à entrevista individual e os questionários (on-line, de autopreenchimento, por telefone, presencial, etc.), e muitos outros recursos, sempre com perguntas objetivas, claras, diretas e mensuráveis.

As pesquisas quantitativas pelo fato de estimarem resultados com margem de erro baixa e alto índice de confiabilidade, sejam as mais utilizadas. Outra vantagem é o prazo entre a coleta, análise e apresentação de resultados com diversos cruzamentos que é muito menor que as pesquisas qualitativas que demandam um maior tempo para análise de respostas subjetivas.

O universo amostral utilizado e o universo comparativo, devem ser determinados de forma a promover a maior “aderência” possível na curva de resultados. Os cruzamentos das informações irão proporcionar meios e instrumentos para decisão e correção de rumo em campanhas.

Seja através de questionários com perguntas de múltipla escolha, seja com perguntas dissertativas que permitam mensuração, o DATAHORA efetua o levantamento de diversas formas de maneira a precisar os resultados com a aplicação de ferramentas poderosas de Estatística capazes de entregar ao cliente informações de qualidade. Isto é o nosso maior Diferencial em Pesquisas.